São Rafael Notícias

A informação em tempo real – Sâo Rafael RN

COVID-19 São Rafael

Covid-19: Em São Rafael; maioria dos novos infectados estão vacinados com a 2° dose

Os casos confirmados do coronavírus em São Rafael/RN estão aumentando, apenas nas últimas 24h, os confirmados em acompanhamento passaram de 06 para 11.

Os dados constam no mais recente boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (18).

Destes, há, um paciente que foi transferido no fim de semana para outro hospital e necessitou de ser entubado. Já o outro paciente está em internamento hospitalar, no Hospital Dr Antonio Ferreira Sobrinho aqui em São Rafael.

Quanto ao total de casos suspeitos subiram de doze para quatorze. Estes, 14, aguardam o resultado dos exames laboratoriais. Os curados somam 887. Óbitos durante a pandemia foram dezessete e um descartado.

Cabe ressaltar, que o município já zerou os casos confirmados várias vezes e, deste o fim do ano passado não vinha registrando casos confirmados da doença, situação que mudou nas primeiras semanas de janeiro de 2022. Esse aumento dos casos pode ser resultado das aglomerações das festas de fim de ano.

Mesmo diante do aumento dos casos, a vacinação tem sido satisfatória e reduziu disseminação do vírus. Informações consultadas nesta segunda-feira as 11:30h, na plataforma RN+vacina, mostra que já são; 6.561, pessoas que receberam apenas a 1° dose, ou seja, (81%) da sua população. Já a população totalmente vacinada são 6.319 pessoas, agora chega a marca dos 77% de cidadãos rafaelenses totalmente vacinadas.

Quanto a 3° dose(D3) com intervalo de 4 meses após a 2° dose já estar disponível no município.

Teste da covid-19

Perfil dos infectados

De acordo com coordenadora da vigilância epidemiológica de São Rafael, Ilany kelle a maioria dos infectados pela covid-19, já tinha recebido a 2° dose da vacina. São oito casos confirmados de pessoas que receberam a segunda dose.

Porém, um paciente que está internado no hospital não recebeu vacina contra a covid-19. Já, o transferido recebeu as duas doses do imunizante.

As vacinas contra a covid-19 não impedem de contrair o novo coronavírus. No entanto, os casos (raros) de pessoas que ficam doentes mesmo após tomar as duas doses de algum dos imunizantes disponíveis não significam que eles não funcionem.

Isso pode acontecer porque nenhuma vacina disponível no mundo atualmente tem eficácia de 100% contra o vírus Sars-CoV-2, ou seja, não impede que o indivíduo seja infectado e passe a doença para outras pessoas. Mas elas são eficazes de evitar os casos graves da doença, que levam à intubação e à morte.

Casos

  • 8 confirmados imunizados com a segunda dose;
  • 2 confirmados que não foram imunizados;
  • 1 confirmado imunizado com a primeira dose.

COMPARTILHE ESSA MATÉRIA COM ALGUÉM:
  • 7
  •  
  •  
  •  

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.