vay mcredit bca vietnam عقود الخيارات الثنائية ebitda là gì cách tiết kiệm chi tiêu cá nhân moneytap

São Rafael Notícias

A informação em tempo real – Sâo Rafael RN

Agricultura São Rafael

Representantes da Emater de São Rafael participam de reunião do projeto algodão agroecológico potiguar

O algodão como matéria-prima versátil em todo o mundo, o algodão é utilizado em diversas indústrias, desde a têxtil, onde sempre ocupou destaque na moda, até a indústria alimentícia, com o óleo extraído de suas sementes sendo recomendado por suas características saudáveis.

A Secretaria de Agricultura Pecuária Pesca e Meio Ambiente do município de São Rafael-SEMA, juntamente com representantes da EMATER local de São Rafael e o Conselho de Desenvolvimento Rural Solidário Sustentável, participaram ontem (26), de uma reunião, dirigida pelo  secretário da SEDRAF Alexandre Oliveira, que aconteceu no sindicato dos trabalhadores rurais de Assú.

Estiveram presentes na reunião: Jackson Douglas, como secretário de agricultura, Patrícia como diretora da secretaria de agricultura e técnica da Emater local, Luciano, também técnico da Emater local e Ana Neris, como presidente do (Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, cmdrss).

Essa modalidade de cultivo surgiu na Paraíba com o objetivo de melhorar o sistema tradicional da plantação de algodão que utiliza alta carga de agrotóxicos em um sistema monocultor cuja consequência é a contaminação e o empobrecimento do solo e uma fibra que, a longo prazo, pode perder qualidade. Produtores paraibanos começaram, então, a plantar o algodão na época de chuvas e com um espaçamento maior entre as plantas, dificultando ataques do bicudo, espécie de besouro que dizimou plantações no RN.

“Mas, a partir da produção do algodão agroecológico, orgânico que será certificado, toda produção e todas as famílias que participaram desse projeto, eles já terão sua certificação garantida pelo projeto, como também, terão um contrato de venda previamente assinado, isso quer dizer que; na prática, além de produzir algodão agroecológico junto um feijão, milho, dentre outros, todas as famílias terão mercado garantido no algodão, sendo ele já vendido antes mesmo de plantar. Esse é um dos grandes diferenciais é desse projeto. E mais uma importante iniciativa do governo da professora Fátima Bezerra  que incluiu o Vale do açu.” Finalizou o secretário Alexandre Oliveira

O Rio Grande do Norte, que já ocupou posição nacional de destaque na cotonicultura, está focando na retomada de sua produção de forma sustentável para alavancar a economia potiguar.

COMPARTILHE ESSA MATÉRIA COM ALGUÉM:
  • 65
  •  
  •  
  •  

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *