São Rafael Notícias

A informação em tempo real – Sâo Rafael RN

Brasil COVID-19

Saiba o teste apropriado para detectar se está, ou esteve, com covid

PCR, teste rápido, autoteste, etc. A realização dessas ferramentas para detectar a covid-19 no organismo continua sendo um dos pontos principais para o combate à pandemia. Especialistas defendem a testagem em massa, em toda a população, independente de sintomas.

Close up of unrecognizable scientist dropping blood samples in test tubes while working on research in laboratory, copy space

A professora do instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, Cristiane Guzzo, destaca a testagem como “essencial” no combate à pandemia.Em fevereiro, os primeiros autotestes podem ser aprovados para venda, no Brasil. É que, a pedido do Ministério da Saúde, a ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, liberou a venda dos autotestes de antígenos, para detecção da Covid-19.

Bastante utilizados em países da Europa e nos Estados Unidos, podem ser realizados em casa, pelo próprio paciente. A professora Cristiane Guzzo explica que é a mesma tecnologia do teste de antígeno, mas cita dois pontos importantes sobre o autoteste: a baixa eficácia junto com a dificuldade em fazer a coleta adequada com o cotonete; e a redução das filas nas unidades de saúde.

Segundo a especialista Cristiane Guzzo, são três, as formas mais comuns de testar para covid-19: o RT-PCR e os testes rápidos de antígeno e anticorpos. O RT-PCR é considerado padrão-ouro pelo SUS, é o mais confiável e ideal para casos pré-cirúrgicos, de internação hospitalar, em pessoas com comorbidades ou quem vai viajar.

O resultado pode levar mais de 24 horas para sair. Mas existem tecnologias capazes de detectar o resultado, com a mesma eficácia, em até quatro horas. Em caso de sintomas, o ideal é esperar até o terceiro ou quarto dia de aparecimento.Já os testes rápidos são de dois tipos de detecção: de antígeno e de anticorpos.

O de antígeno mostra o resultado em até quinze minutos: o antígeno detecta a presença de uma proteína do coronavírus, no organismo da pessoa. A especialista explica, ainda, que os testes rápidos têm menos sensibilidade que os de RT-PCR, mas aumenta com o surgimento dos sintomas.

Por isso, o ideal é realizar o teste de antígeno caso tenha sintomas, de preferência entre o 2º e o 7º dia do aparecimento.O outro tipo de teste rápido é o que detecta anticorpos no organismo.

Ele é ideal para o fim dos sintomas ou muitos dias após contato com alguém infectado. Porque ele não detecta a presença do vírus e sim a resposta do organismo, se foram produzidos anticorpos com o contato ou com a aplicação da vacina. Por isso, o indicado é fazer o teste de anticorpos somente após 14 dias do contato com alguém infectado ou do início dos sintomas.

Além da testagem, a professora da USP, Cristiane Guzzo alerta para o principal meio de combater a pandemia: a vacinação, que evita o agravamento dos sintomas, aliada ao uso de máscara, ter higiene e evitar aglomeração: só assim é possível frear a disseminação do vírus e o surgimento das variantes.

COMPARTILHE ESSA MATÉRIA COM ALGUÉM:
  • 1
  •  
  •  
  •  

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.