São Rafael Notícias

A informação em tempo real – Sâo Rafael RN

Brasil Saúde

Losartana: farmacêutica sanofi medley recolhe remédio do mercado

A farmacêutica anunciou o recolhimento de três formulações de medicamentos com o princípio ativo losartana do mercado. A ação foi determinada após serem encontradas impurezas nos comprimidos que podem causar mutações e aumentar o risco de câncer.

Sanofi Medley faz recolhimento de losartana - Rádio Multi

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde 2018 há um alerta global para monitoramento de um tipo específico de impureza nos medicamentos contra a hipertensão arterial.

O recolhimento voluntário feito pela Sanofi Medley afeta todos os lotes dos seguintes remédios:

losartana potássica 50 miligramas (mg) e 100 mg

losartana potássica + hidroclorotiazida 50 mg + 12,5 mg

losartana potássica + hidroclorotiazida 100 mg + 25 mg

A losartana é usada para tratar pressão alta e insuficiência cardíaca. Já a versão hidroclorotiazida tem efeito diurético, também usada como complemento no mesmo tratamento.

Em nota, a Sanofi disse que o recolhimento é uma medida preventiva e que a medida não ocorreu apenas no Brasil.

“Até o momento, não existem dados para sugerir que o produto que contém a impureza causou uma mudança na frequência ou natureza dos eventos adversos relacionados a cânceres, anomalias congênitas ou distúrbios de fertilidade. Assim, não há risco imediato em relação ao uso dessas medicações contendo losartana”, diz o comunicado.

A farmacêutica também lembrou que a “interrupção abrupta do tratamento” com losartana tem riscos.

“O risco para a saúde de descontinuar abruptamente estes medicamentos sem consultar os seus médicos ou sem um tratamento alternativo é maior do que o risco potencial apresentado pela impureza em níveis baixos”, afirmou a empresa.

“As nitrosaminas impurezas que foram encontradas, são compostos comumente encontrados na água, em alimentos defumados e grelhados, laticínios e vegetais. Sabe-se que a exposição a esses compostos dentro de limites seguros representa baixo risco de agravos à saúde. No entanto, acima de níveis aceitáveis e por longo período, a exposição às nitrosaminas pode aumentar o risco da ocorrência de câncer”, explicou a Anvisa.

Com informações do g1

COMPARTILHE ESSA MATÉRIA COM ALGUÉM:
  • 14
  •  
  •  
  •  

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.