São Rafael Notícias

A informação em tempo real – Sâo Rafael RN

COVID-19 Rio Grande do Norte

Morre adolescente que aguardava vaga em um leito pediátrico de UTI Covid no RN

Um adolescente de 14 anos que aguardava vaga em um leito pediátrico de UTI Covid, morreu nesta sexta-feira (28,) no município de São Tomé, na região do Trairí do Rio Grande do Norte.

Geovani Augusto, de 14 anos, tinha paralisia cerebral, estava com covid-19 e, segundo os médicos, precisava de uma UTI, mas ainda integrava uma lista de espera por leitos críticos.Ele estava internado desde a última quarta-feira (26) na unidade mista de saúde do município de São Tomé.

Ilustrativa

Não há registro de vacinação do garoto contra a Covid-19 no RN Mais Vacina, nem na plataforma do Ministério da Saúde.

O sistema de regulação do estado informou que chegou a conseguir uma vaga no Hospital Regional de Currais Novos, no Seridó potiguar, mas a unidade não recebeu o menino por não ter estrutura com leito de UTI pediátrico.

Houve tentativa de conseguir uma transferência para o hospital Maria Alice Fernandes, em Natal, mas não havia vaga na unidade.

Nesta sexta-feira (28), todos os leitos de UTI estavam ocupados. Pelo menos 8 pacientes estavam na fila de espera por leitos pediátricos para Covid-19. Dois aguardavam UTIs – um deles era Geovani.

O estado dispõe de dez leitos de UTI e 30 clínicos no Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes, além de três de UTI no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, na região Oeste.

Em nota, a Sesap lamentou a morte do adolescente e informou que está trabalhando para garantir abertura de novos leitos pediátricos. A secretaria planeja abrir mais 6 leitos de UTI no Hospital Maria Alice Fernandes “dentro do mais curto espaço de tempo”, diz o texto.

A Sesap considerou que a velocidade do agravamento da pandemia e a busca expressiva por leitos, principalmente pediátricos, além adoecimento dos profissionais de saúde, não permite a oferta de leitos na velocidade necessária.

A secretaria também reforçou a importância de que as crianças sejam vacinadas contra a Covid-19 o mais rápido possível. “A vacina é eficaz e segura”, destacou.

Com informações do G1RN.

COMPARTILHE ESSA MATÉRIA COM ALGUÉM:
  • 9
  •  
  •  
  •  

LEAVE A RESPONSE

O seu endereço de e-mail não será publicado.